quinta-feira, 21 de junho de 2012

Discussões Privadas


O crescimento dos grupos de discussão, sobretudo no Facebook e Linkedin, altera substancialmente a difusão de informação na internet. Até agora, grande parte do debate entre internautas acontecia de forma aberta, nomeadamente através de fóruns e blogues. As conversas podiam ser pesquisáveis posteriormente, aproveitando-se os conteúdos gerados, de que todos poderiam beneficiar. Foi assim que muitos se informaram sobre saúde, destinos turísticos, produtos e muitos outros temas.

Com os “grupos”, os conteúdos não ficam disponíveis para todos. A discussão é privada, o que tem algumas vantagens, mas toda a troca de informação fica escondida... e desperdiçada.

Filipe Garcia
Economista da IMF, Informação de Mercados Financeiros
Publicado no Jornal Metro em 21 de Junho de 2012



3 comentários:

Anónimo disse...

São as chamadas Walled Gardens (http://en.wikipedia.org/wiki/Walled_garden_(technology)) as quais, infelizmente, estão a destruir muito da internet como a conhecemos.

O facebook é o principal responsável.

Esta é uma das razões (mas não a única) porque me recuso veementemente a aderir a essa rede.

Mas há quem esteja a trabalhar para tornar mais visível este lado negro e profundo da internet (http://en.wikipedia.org/wiki/Deep_web).

Filipe Garcia disse...

pois, é isso mesmo...
´nada contra discussões privadas, mas há muito conhecimento desperdiçado que os seus produtores não se importariam de o partilhar, mas não o fazem por razões de plataforma.

Anónimo disse...

Bom dia,

Desculpe intrometer neste post esta questão, mas gostaria de saber se o blogue tem algum email ou contacto telefónico que me pudesse facultar? Para um futuro contacto! Deixo aqui o meu email: ines.abreu@dne.pt

Muito obrigada.